SEJA BEM VIINDO A BORDO DO INTUIÇÃO

SEJA BEM VINDO À BORDO DO VELEIRO INTUIÇÃO!

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

VELEJANDO PELO NORDESTE



VELEJANDO DE PELO NORDESTE




Agora, no conforto de casa, tenho que começar a colocar o Blog do Intuição em dia. Foram muitos dias no mar e como não levo o notebook fica difícil atualizar o blog. Preciso dar um jeito nisso para as pessoas poderem acompanhar com mais frequência as nossas velejadas.




Depois de deixar o Bepaluhê no Aratu, voltei ao Rio de Janeiro para trazer um MJ 38 do comandante Pedro que subiu junto com a gente até Salvador.





Saímos do Rio no dia 19 de junho com mar de ressaca, com ondas de 2,5m e ventos de 20 nós com destino à Búzios. A velejada foi rápida e muito tranquila, lembro que mesmo estando de ressaca e com ventos fortes tudo era favorável para a nossa subida.



Saímos do JIC por volta das 18:00 e pela manhã já estávamos fundeados em Búzios no IAB. Ao descer em terra e olhando as previsões, notamos que o NE ia entrar em dois dias e ficaria por uma semana. Decidimos então sair rumo à Vitória já na madrugada.



Às 01:00 soltamos as amarras e seguimos rumo à Vitória. A velejada foi tranquila e tivemos em boa parte do percurso uma ajudinha do motor. Chegamos à Vitória como previsto e tínhamos ainda 10 dias para sair de lá. Isso só iria ocorrer no dia 01 de agosto, tendo em vista que alguns tripulantes nossos só chegariam neste dia.



Foi duro a estadia em Vitória, pois o píer novo não oferece proteção nenhuma do vento e das ondas. O barco apesar de esta do píer, mexia muito. Não existe a mínima segurança de ficar da metade desse píer para terra, pois coloca em risco a segurança do barco de tanto que da tranco. É um perigo deixar o barco por lá sem ninguém.



Depois de muito esperar chegou a hora de largar as amarras e seguir rumo à Abrolhos. Depois de tanto tempo parado e com ventos favoráveis para subir, no dia 01/08 o vento começou a rondar para  Ne e chegamos na noite do dia 02 em Abrolhos, demorando mais tempo do que o normal.




Pela manhã todos ficaram encantados com a beleza de Abrolhos. Passamos o dia por lá e no final da tarde descemos para visitar o farol e assistir ao espetáculo do pôr de sol. No dia seguinte pela manhã visitamos a Ilha Siriba e ao meio dia zarpamos rumo à Santo André.



Chegamos certinho na hora da maré e o Carlindo já nos esperava para colocar a gente para dentro. Ficamos por lá 5 dias e aproveitamos muito esse lugar fantástico com muito churrasco e passeios. Esse fundeio foi o mais sofrido, pois pegamos vento S de 25 nós e o barco agarrou umas 3 vezes, por pouco não fomos parar na beira do rio.



Em uma manhã, o Veleiro que estava com a gente ficou encalhado e chegou a ficar adernado para BB. Só voltou à sua posição original quando a maré começo a encher.



Saímos pela manhã aproveitando a maré com vento leste e no dia seguinte pela manhã estávamos jogando ferro em Ilhéus. Uma velejada fantástica com ventos de 25 nós e o Veleiro Talento deu show velejando fácil a 7 e 8 nós.

Ficamos em Ilhéus 4 dias e seguimos à noite para Camamu com chegada prevista pela manhã para aproveitar a maré e entrar sem problema. O tempo mudou e ficamos apenas dois dias devido a chuva que teimava em cair em Camamu. No dia seguinte decidimos sair, mesmo com mar de ressaca, rumo à Salvador. Sofremos muito na boca da barra de Camamu com ondas de 4 metros, mas o barco acabou se comportando muito bem.










                                                                        EU








                                                        EU e  DINHO

                                                            SANTO ANDRÉ





                                                          A TRIPULAÇÃO

                                                                       ILHÉUS





                                                  EU E JOTÃO (Tripulante Thimshel)



                                          POR DO SOL EM ILHÉUS FANTÁSTICO


No mesmo dia à noite estávamos chegando e fundeando no Aratu Iate Clube. Passamos 30 dias subindo a costa com o pessoal conhecendo lugares maravilhosos.

Valeu,
Abraço a todos,
Chagas - Veleiro Intuição

Um comentário:

  1. Que delícia Chaguinhas!
    LInda navegada e relato melhor ainda.
    Saudades do mar...
    Abraços
    Paulo Ribeiro
    Veleiro Bepaluhê

    ResponderExcluir