SEJA BEM VIINDO A BORDO DO INTUIÇÃO

SEJA BEM VINDO À BORDO DO VELEIRO INTUIÇÃO!

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Passeando em Noronha 2013.

   DEPOIS DA REGATA: 
PASSEANDO EM NORONHA


 Fundeado em Nor

         Logo que chegamos no local de ancoragem procuramos um local para jogar nosso ferro e depois de acertar com minha tripulação a manobra, jogamos a âncora e fundeamos largando bastante corrente e cabo, pois a profundidade no local era de 17 metros.


Intuição Fundeado em Noronha

         Depois de dar uma geral no barco e tomar um delicioso café da manhã, decidimos descer em terra e alugar um bugre. Antes de descer, o Léo, mergulhador profissional a bordo do Intuição, caiu na água e foi certificar se o ferro estava bem unhado na areia ou se tinha algum tipo de problema. Para minha surpresa ele retornou a bordo e disse que o ferro tinha caído exatamente entre 3 pedras.               Tínhamos certeza de duas coisas: estávamos bem ancorados em Noronha e que daria bastante trabalho sair de lá.


 Novo Bar na Praia do Sueste

        Descemos em terra com o bote do Intuição e logo conseguimos alugar um bugre até a sexta pela parte da tarde.
    Começamos o passeio pela praia de Sueste, onde podemos observar a grande melhora na área de apoio ao turista, com bar, mesas e banheiros limpos. Agora na ilha além da taxa diária, quem quiser visitar algumas praias, entre elas Sancho, Sueste, Baia dos Golfinhos e outras, tem que pagar uma taxa de 150,00, onde brasileiros tem um desconto de 50% e vale por 10 dias.



 Banheiros novos e limpos em Sueste





 Praia de Sueste



 Léo nosso tripulante na praia de sueste


Chuveiros em Sueste 

     Depois de Sueste, subimos ao mirante com vista para a Praia do Leão. A vista é maravilhosa e com o sol brilhante de Noronha, as fotos ficam perfeitas.




Mirante praia do Leão 

 Eu no mirante


 Odilon meu tripulante





 Praia do leão sem comentários


      Praia do leão, que vista!

 Wilson 76 anos, meu tripulante

       Ainda antes do almoço passamos na Praia do Cachorro para um mergulho no mar e depois um bom banho na bica de água doce lá existente.




Odilon e Wilson na praia do Cachorro

























 Léo




 Minha Tripulação 

       Almoçamos na Praça Central e depois do almoço voltei para o barco e pessoal continuou o passeio pela ilha. Para a janta, preparei uma cavala ensopada que estava uma delícia.



                                      Eu na Cacimba do Padre ao fundo morro dois irmãos



       Na manhã de quarta após o café, voltamos para a ilha para aproveitar e enquanto o Léo mergulhava, decidimos ir na praia da Cacimba do Padre. Lá, subimos no mirante que vai para a Baía dos Porcos e tiramos belas fotos do Morro Dois Irmãos.


                                                             Baía dos porcos ao fundo


                                              Morro dois irmãos ao fundo vista fantástica




                                                        Praia da Cacimba do padre ao fundo

        Como ninguém é de ferro descemos até a Baía dos Porcos e demos um belo mergulho naquelas águas transparentes. Voltamos para almoçar na Praça Central e depois fui para bordo para arrumar o barco e dar uma boa geral. À noite, jantamos a bordo uma bela lasanha de presunto. 

                                                 Água cristalina da baía dos porcos

       A noite foi hora de festa no Porto de Noronha com a premiação da regata, e para nossa surpresa o Intuição na classe aberta B ficou em 3º, pois o restante desistiu por causa do vento fraco e contra. Subimos ao podiun para receber nosso troféu e por muito pouco não ganhamos o troféu de tripulante mais velho (tínhamos o tripulante com 76 anos e perdemos para o amigo João Peralta com seus 78 firmes e forte em mais uma REFENO). Parabéns ao amigo João Peralta.
      Aproveitei para tirar uma foto com meu primeiro instrutor de velas kakakakaka. Foi uma bela festa!



                                                           Eu e Torben Grael

        Na quinta pela manhã foi dia de reunião de comandante para a regata Noronha Natal (FENAT) que ia largar no sábado pela manhã. Depois da reunião teve um coquetel na Pousada Monsieur Rocha, que estava sensacional. Aproveitamos e fomos até a Praia da Conceição (lá existe no alto de uma pedra uma imagem de Iemanjá) para agradecer a Iemanjá toda a proteção na travessia.

                                                                             Iemanjá






                                                                   Praia da Conceição


        Depois, fomos para a Praia do Cachorro tomar aquele bando de mar e de água doce na bica sensacional que lá existe.




    À tarde como de costume, voltei ao barco para curtir bem o Intuição em Noronha.




         Na sexta pela manhã fomos visitar a Praia do Americano, e para variar um pouco, almoçamos no mesmo lugar dos outros dias onde a comida é boa. À tarde, voltamos todos para o barco, pois era hora de começar a preparar a volta para Natal. A primeira providência era trocar o barco de lugar para não ter problema com a âncora no sábado pela manhã, então decidi na sexta pela tarde tirar o ferro e fundear num local de areia próximo. Depois de muita luta e quase ter que fazer um mergulho de garrafa para soltar o ferro das pedras, conseguimos soltar e fundear em uma área maravilhosa de areia, nos dando a certeza que no dia seguinte não teríamos dificuldade de sair. 
Ao fazer a última inspeção no Intuição e ao mergulhar para ver o eixo e o hélice observei que meu contra pino da porca do hélice tinha caído e aproveitei para recolocar outro no lugar. Não sei como o danado saiu dali, pois foi colocado recentemente e as pontas foram bem torcidas para não soltar. 


Agora é esperar a largada que vai ocorrer sábado às 9h de Fernando de Noronha.

Abraço a todos
Chagas veleiro Intuição

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

REFENO 2013


REFENO 2013






                   Depois de 15 dias no Cabanga, chegou a tão esperada hora da largada da REFENO 2013.
Na madrugada de sábado exatamente às 03:30 da manhã saímos do Cabanga e fundeamos próximo ao PIC (Pernambuco Iate Clube) para terminar a noite.


         Pela manhã acordamos bem cedo e depois do café, demos uma última arrumada no barco, enquanto isso o Léo foi em terra para saber se era possível almoçar às 10:30 ali no PIC. O Léo retornou com a notícia que era sim possível almoçar bem mais cedo e que o restaurante começaria a fazer os pedidos depois das 10:00. Com isso decidimos almoçar no PIC e diminuir uma refeição a bordo.
             Nosso almoço foi espetacular, de entrada uns camarões ao alho e óleo e no prato principal filé com fritas.











            Logo depois do almoço voltamos para o barco, pois já eram 11:00 e nosso check-in estava previsto para às 12:00 e a nossa largada para ás 12:30.
             Logo que abriu o check-in entramos no local previsto, em fila indiana, para realizar o nosso e não demorou muito para sermos chamados pela comissão:
                      -   Intuição faça o check-in.
                      -   Intuição 4 tripulantes a bordo. 
                      - Ok, Check-in realizado. -Comissão

     

        Voltamos e ficamos no canal dentro da área de largada esperando o momento certo de seguir rumo a Noronha.


            Aqui vale uma ressalva: apesar das reuniões, todo ano tem comandante que não consegue fazer o que está previsto para a realização do check-in e tem de tudo.





          Bem, vamos para a Regata. Às 12:30 largamos para Noronha e logo na saída vimos que não daria para passar a boia norte sem ter que dar um bordo, pois o vento estava bem na cara. Ao aproximar da boia norte, o Intuição foi derivando com o vento fraco, com a maré para bombordo e notamos que tínhamos que dar um bordo.             Ao darmos o bordo e começarmos a ganhar velocidade, lá vinha o Magia do Torben, soltando fumaça pelo nariz e logo atrás o Marujos do Aratu.  Para não prejudicar os campeões, demos novo bordo para bombordo e  seguimos para a boia norte que estava a menos de uma milha. Mas de novo não conseguimos e tivemos que dar outro bordo para só depois conseguimos vencer a boia norte.





        Não estranhem tanto bordo, mas o vento estava fraco e na cara e a orça estava muito difícil. Vários barcos de 40 pés para cima sofreram para passar na boia norte.
      Depois de vencer a boia notamos que o vento também não estava legal, pois era um ENE e o rumo para Noronha estava numa orça bem apertada.



        Minha tripulação nesse momento estava muito bem com ressalva ao Wilson da raquete que com seus 76 anos deu uma boa mareada e ficou fora de serviço até a manhã seguinte, quando já estava totalmente recuperado tomando café sem qualquer problema




       A noite toda foi muito sofrida com relação ao vento e velocidade, pois o vento continuava muito fraco e a orça do mesmo jeito.  
           Pela manhã derivamos para bombordo da nossa rota umas 11 milhas e cheguei a pensar em ir direto para Cabedelo ou Natal, pois a velejada estava sofrida. Ouvimos no rádio muitos barcos ligando o motor, desistindo da regata e seguindo a motor para Noronha. Como eu estava muito longe de Noronha, se eu desistisse teria que seguir direto para Natal.



         Decidi então continuar no nosso ritmo lento e torcer para o vento mudar. Para nossa sorte o vento começou a melhorar no final da tarde de domingo e começamos a velejar melhor. Lentamente, começamos a voltar para o nosso rumo previsto, uma vez que estávamos 11 milhas fora dele. O mar também ajudou bastante, pois estava bem calmo.





          Com o passar das horas, o vento foi melhorando e nossa velocidade aumentando bastante e com isso deixando toda a tripulação bem animada. No almoço fui para a cozinha e preparei uma lasanha de frango que foi totalmente devorada pela tripulação.





           Na segunda tudo continuou as mil maravilhas e o Intuição já estava de volta ao seu rumo inicial e velejando muito bem rumo a Noronha. No almoço comemos um escondidinho de carne seca, acompanhado de uma linda cavala de uns 6 kg que o Odilon pegou pela manhã. Ela foi feita no forno com muito azeite, limão e alho, ficou uma delícia e ainda sobrou muito para ser consumida em Noronha.





        Tudo estava funcionando muito bem, a geladeira uma beleza, o piloto quando solicitado não reclamava de nada.
      Quanto ao piloto aqui uma ressalva ao Rogério de Recife, que presta serviços náuticos e que deu uma boa regulada e reinstalou o meu piloto deixando o mesmo perfeito, pois quando foi instalado em Salvador por outro profissional, deixou a desejar em alguns pontos. Pontos esses, que foram resolvidos pelo Rogério. Nosso agradecimento ao Rogério, profissional qualificado e muito honesto.



       A noite dessa segunda o nosso GPS de bordo já anunciava a chegada em Noronha para às 5 horas de terça e já notávamos pela posição de alguns barcos que não iriamos conseguir o Bi do tartaruga marinha.



       Ao amanhecer, já podíamos ver a silhueta da Ilha de Fernando de Noronha, aumentando e muito a vibração de todos a bordo, principalmente do Wilson que com seus 76 anos ia pela primeira vez para Noronha e ainda num barco a vela, demonstrando bastante energia.







         Ao chegarmos na Ponta da Sapata, fiz contato com a comissão de regata para informar que já estávamos chegando e às 05:13 horário local de Fernando de Noronha cruzamos a linha de chegada. Foi uma comemoração só a bordo do Intuição, pois essa REFENO de 2013 foi bem atípica, pelo menos até domingo a tarde quando as coisas começaram a melhorar.



Abraço a todos
Comandante Chagas






segunda-feira, 28 de outubro de 2013

SIGA SUA PAIXÃO, VELEJE NO INTUIÇÃO

                           VELEIRO  INTUIÇÃO
                               Noronha 2013

                    SIGA SUA PAIXÃO, VELEJE NO INTUIÇÃO


          Bem vindo ao Veleiro Intuição. Fazemos Charter, alugando o Intuição em Salvador com skipper. O Veleiro Intuição é um Veleiro Oceânico de 29 pés com muitas milhas navegadas pela costa do Nordeste, com participações na REFENO e FENAT.

Muito bem equipado com:

  • Piloto automático;
  • Geladeira;
  • Motor novo de 40 hp;
  • Balsa Salva-Vidas;
  • GPS map com cartas digitais;
  • Bimini;
  • Dog House e
  • Motor de popa para o bote de 5 hp

Oferece para a tripulação a oportunidade de velejar na Baía de todos os Santos com segurança, aproveitando o que a Bahia tem de melhor!

Conheça Itaparica, Morro de São Paulo e a Baía de Camamu.
Cozinha com geladeira




                                                           Parado no pier em Natal




                                       Beliche de Popa

Tarifas:

- A diária do Veleiro custa 400,00 (até 4 tripulantes).
- As diárias são por data, independente do horário de saída e chegada.
- No preço está incluso:
    - Skipper;
    - Bote inflável; e,
    - Utensílios de cama, mesa e cozinha.

Obs: se desejar, podemos preparar um cardápio especial para você aproveitar ainda mais a sua velejada (preço a combinar).

                                  O Intuição em Noronha


                                                                       Sala


                                                                  Beliche central




                                        Cozinha em BE e Cama popa BB


Outras Informações:
•    Não cobramos taxa de limpeza;
•    O seguro da embarcação está incluso na diária;
•    O veleiro será entregue com tanque cheio e deverá ser devolvido nas mesmas   condições (capacidade do tanque 40 litros). 


 Contato:
•    Skipper: Sergio Chagas Cel (79) 91186959 e (79) 88183455                                                       (79) 88093455
•    Email: tcchagas@gmail.com
•    Blog do Veleiro Intuição: http://www.veleirointuicao.blogspot.com/

         O Comandante ( Noronha 2010)

                    BONS VENTOS!

ABRAÇO