SEJA BEM VIINDO A BORDO DO INTUIÇÃO

SEJA BEM VINDO À BORDO DO VELEIRO INTUIÇÃO!

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Voltando a Natal para trazer o Intuição de volta.




       
                                    Intuição fundeado em Natal


          Agora ta confirmado, dia 30 novembro sigo para Natal para embarcar e trazer o Intuição de volta a Salvador, depois de participar da REFENO 2011 e FENAT.
          O vôo da TRIP linhas aéreas esta previsto para chegar a Natal às 09h50min do dia 30 nov.


        Depois do dia 30 Nov, vou aguardar um janelinha no tempo para descer até Recife e de lá para Salvador passando por Maceió. Agora é torcer para nesse período o vento rondar para E ou ENE.
        Aqui em Aracaju fico pensando no Intuição sozinho em Natal, mas logo ele terá companhia. 

                                                   Pôr do Sol em Natal (Lindo)


        Quem quiser e puder venha velejar com a gente, ano passado esse mesmo trecho foi muito tranqüilo com vento E e mar liso, estamos torcendo para que esse ano seja da mesmo forma. A saída esta condicionada à previsão do tempo.
Vamos lá não é toda hora que você tem uma oportunidade de realizar uma linda travessia Natal- Salvador.

                                                 Video pôr do Sol

Bons Ventos a todos
Abraço
Comandante Chagas

terça-feira, 18 de outubro de 2011

DICAS PARA UMA BOA REFENO

Participando de uma REFENO

         Para você que sempre sonhou em participar de uma REFENO vão ai umas dicas de quem participou de duas, num Veleiro de 29 pés.
1.    Preparando seu Veleiro:
a.       - Os ventos na REFENO normalmente ficam na casa dos 15/20 nós, se seu estaiamento já está com mais de oito anos é aconselhável que você aproveite e faça a troca de todos, para evitar problemas;
b.      - Realize a manutenção preventiva do motor, elétrica, hidráulica e tenha um bom jogo de Velas, não se esquecendo de ter uma reserva para a mestra e para a Genoa;
c.       - Revise seu enrolador para não travar na hora do vento forte e deixar você numa situação complicada. O meu é um Alado, simples, mas nunca me deu problema nenhum;
d.      - Na REFENO de 2010 alguns veleiros perderam o leme e tiveram muita dificuldades de montar um de emergência com o mar de 3,5 e vento de 25 nós. Esse ano levei um leme (já testado) que pode ser adaptado na plataforma de popa para uma necessidade, dando condições de dar um rumo mesmo que seja de forma precária.

1.    Inspeção da MARINHA DO BRASIL:
a.       - Contrariando o que muita gente fala, a inspeção da Marinha não tem nenhuma novidade ou problema.Tudo o que vai ser cobrado está escrito, e o Inspecionador não inventa nada, apenas marca em umaa lista se o veleiro possui ou não possui. Nessas duas inspeções para a REFENO 2010 e 2011 não tive nenhum problema a não ser esse ano que minha carta 50, emprestada pelo Mauricio do Alphorria não estava a bordo e fiquei em pendência, que foi rapidamente resolvida.
b.      - Se seu barco é navegação costeira, além dos normais para navegação costeira, irão lhe cobrar adicionalmente os seguintes itens:
·         cartas 50 e 52;
·         4 foguetes sinalizadores, ao invés de 3;
·         iluminação automática no seus coletes salva-vidas;
·         coletes e bote com o nome do veleiro marcados;
·          ter um SPOT funcionando;
c.       - Você deve também, caso seja mestre amador, preencher uma ficha (requerimento) no qual solicita autorização ao Capitão dos Portos para comandar seu barco no percurso  Noronha- Natal. Essa ficha pode ser preenchida junto com o inspecionador. Muito simples e rápido depois você recebera de volta esse documento assinado pelo Capitão. Lembrando que essa autorização só vale quando navegando com os Navios da Marinha em apoio;
d.      - Haverá uma reunião com os Mestres Amadores e depois uma com todos os comandantes de embarcações, na qual serão esclarecidos alguns pontos de segurança na regata como a salvaguarda da vida humana no Mar, reboque de embarcações, etc.
e.       Lembre-se de abastecer com diesel, água e alimentos suficientes para uma ida e vinda sem necessidade de reabastecimento pois, embora isso seja possível, os preços em Noronha são maiores, assim como as condições de embarque, por os veleiros ficam na âncora, ao largo.


Largada da REFENO
- Um show, a largada ocorre por grupos e antes de largar e feito um checkin, que é um desfile em fila indiana até a comissão de regatas, onde e é realizado o checkin de veleiro por veleiro, depois você retorna e fica aguardando a largada.


1.        NORONHA
a.       - Sem comentários. Apenas que na ilha você consegue água e tomar banho em alguma bica existente na ilha.
b.      - lá tem bons restaurantes a kilo, mercado com água, pão etc. Só os preços que são bem salgados, mas nada que para um retorno ao continente quebre financeiramente sua tripulação;
c.       - É super aconselhável depois que você decidir participar da REFENO que alugue um bugre para sua estadia na ilha, pois a pé ninguém merece vai sofrer.



 A Volta:
- Se seu Veleiro é Navegação costeira você deverá voltar para Natal junto com os navios da Marinha e segundo eles, existe um ponto chamado de split que você poderá seguir seu destino, sem precisar estar acompanhado do navio da Marinha. Acontece que nesse ponto você não consegue seguir nem para Cabedelo nem para Recife, o vento fica de proa com o mar idem (nessa época do ano) ficando a opção de entrar em Natal e esperar uma janela com vento favorável;
- Vale ressaltar que o Iate Clube do Natal é muito bonito e recebe os velejadores muito bem, não perca a oportunidade de conhecer Natal é muito lindo Inesquecível o Iate Clube é Fantástico.



Bons Ventos
Abraço a todos
Comandante Chagas

domingo, 16 de outubro de 2011

NORONHA A NATAL A VELA




                                                                      O INTUIÇÃO



            Acordamos bem cedo às 04h00min e levantamos angorá rumo a Natal. Logo após a passagem pela ponta da Sapata observei que o mar estava bem desencontrado, com ondas pequenas, mas num intervalo muito curto e como tava muito mexido o Intuição ia avançando, mas com muito trabalho para quem tava na roda de Leme. 

          Passamos o dia todo nessa briga no leme e o vento que não diminuía deixava o mar ainda mais mexido. À noite o vento apertou bastante, mas continuamos no rumo de Natal com todas as velas em cima. Pude observar fora do meu turno que o timoneiro Joffre já reclamava da dureza do leme e eu ao assumir o leme e decidi dar uma enrolada na genoa deixando o leme muito mas macio e o Intuição mas equilibrado, sem no entanto perder em velocidade. No final da tarde desse primeiro dia o GPS já acusava a chegada em Natal para as 15h30min do dia 02 o que também seria a quebra do nosso Recorde, pois no ano passado cruzamos a linha de chegada às 22h30min.

          Ao amanhecer do dia 2 o Mar se agitou ainda, mas e o Intuição continuava andando bem, com previsão de chegada para as 15h30min.  Por volta das 13h30min já podíamos ver a silueta da Ponte da entrada de Natal na nossa proa. Ao chegarmos na entrada do canal que leva ao porto de Natal um grande Navio cargueiro estava deixando o porto e solicitou pelo radio que o Intuição deixasse ele sair para depois entrar. Rapidamente demos um bordo para fora e assim que o Navio rumou para o sul voltamos e entramos pelo canal passando por baixo dessa linda ponte e seguindo rumo ao Iate Clube do Natal.


             Não cruzamos a linha de chegada, pois avisei ao coordenador da regata que sairia um pouco antes para evitar chegar a Natal pela noite tendo em vista ser o intuição o menor Veleiro da regata e também para não dificultar o trabalho da CR. Ao chegar ao Iate fomos muito bem recebidos pelo pessoal de apoio e aproveitamos para tomar uma belo banho.

           À noite saímos para jantar e comemorar o nosso retorno no restaurante Tabua de carne, localizado perto do Iate na Orla de Natal com uma bela vista para o Mar.

          Quando passar por Natal não deixe de conhecer o Iate Clube do Natal, pois aqui a recepção é maravilhosa vale a pena conhecer. Se me pedissem uma nota no geral daria nota 9 ao Iate. Parabéns a sua diretoria.

Abraço a todos e 
Bons Ventos
Comandante Chagas

terça-feira, 11 de outubro de 2011

REFENO 2011


                                                    Noronha a vela "um sonho possível"

                                           INTUIÇÃO fundeado em Noronha



Dia 22
No inicio da noite foi realizada a cerimônia de hasteamento das bandeiras com a presença de autoridades, foi muito bonita com a presença da banda da Marinha do Brasil. Logo depois foi realizado o jantar de confraternização da REFENO 2011, que por sinal estava maravilhoso, muito bem servido e muito bom mesmo. Foram sorteados vários brindes inclusive uma moto, mas não foi dessa vez que o INTUIÇÃO ganhou. Depois voltamos ao barco e caímos no sono.


                                                   Hasteamento da Bandeiras (Cabanga)


                                                                          O Comandante
Dia 23
A sexta feira foi toda de preparação para a largada, compra de frutas e de diesel, arrumação do barco e limpeza geral. Fomos dormir bem cedo.
                                                                            LINDO


                                               O  patrocinador pessoalmente em NORONHA


Dia 24 (dia da largada)
Às 10h30min aproveitamos para almoçar no restaurante da Lindalva dentro do próprio cabanga que preparou um filét especial para a tripulação do Intuição, que não poupou esforços para consumir toda a refeição. Banho tomado e seguimos para o barco e largamos as amarras do Cabanga ás 11h20min tomando rumo da largada. Às 12h30min realizamos o nosso Checkin e ficamos atentos para largar na frente do Torben. Assim que a bandeira na nossa classe baixou, nós já estavamos com a proa próximo da linha de partida, mas mesmo assim meu amigo Torben passou no Índigo um veleirinho de 87 pés e cruzou a linha na minha frente. Não me preoculpei, pois sabia que tinha possibilidades de logo recuperar a vantagem. O que não se concretizou durante todo a regata onde o Intuição teve um tempo de 53 horas e o Torben 25 horas hehehehe. Logo depois da largada, diferente do ano passado quando tivemos de dar um bordo, seguimos num rumo só até a bóia norte e de lá seguimos rumo a Noronha.


                                                               Mar liso comandante rindo a toa


                                                              Joffre na praia do Leão


                                                              O Comandante eo Patrocinador
Dia 25
O Mar amanheceu muito tranqüilo e o vento em torno de 15 nós e o Intuição velejava a 6,5 nós rumo a Noronha. A tripulação passou muito bem na parte gastronômica, comendo uma bela lasanha a quatro queijos e uma a bolonhesa. A tarde foi servido um lanche, pois brother estava com fome. À noite fizemos turnos de 3 horas por tripulante, aproveitando o mar e vento tranquilos durante toda a noite.

Dia 26
 Tudo praticamente igual ao dia anterior, mar e vento favoráveis e o Intuição seguindo firme rumo a Noronha velejando a 6,5 nós chegando a 7,5 marca muito boa para um 29 pés. Pela manhã trocamos a genoa por uma ainda menor e o Intuição continuou velejando muito bem e mantendo sua velocidade. Chegamos a Noronha ás 18h03min num total de 53 hora recorde quebrado, pois ano passado fizemos em 65 horas.

Dia 27
Logo pela manhã desembarcamos e pegamos o bugre que já tínhamos alugado e seguimos para a praia do Sueste para a tripulação dar aquele mergulho, com tartarugas e tubarões. Almoçamos na vila do remédio e depois fomos realizar alguns passeios que não teria banho de mar, visitamos o forte dos remédios, praia do cachorro onde pudemos observar a arvore de raiz “que coisa linda”. Fomos ao restaurante Tubarão e pudemos apreciar uma vista muito linda do mar de fora da ilha. No Final da tarde seguimos para o barco para o merecido descanso. O Intuição apesar de ter apenas 29 pés ta alto suficiente em energia elétrica e até água doce por uns quatro dias, o que facilita a vida embarcado.

Dia 28
 Logo pela manhã fomos advertidos pela Policia militar, pois nosso amigo Brother deixou o bugre parado em local não autorizado. Saímos do porto e fomos direto para a praia do Sancho, descemos as escadaria e desfrutamos de um inesquecível banho de Mar naquela praia simplesmente fantástica. Depois almoçamos no restaurante Flayboyan que por sinal tem uma comida muito boa. À tarde já como de costume fizemos um passeio pela ilha. No início da noite fomos para a festa de premiação da REFENO 2011, festa muito bonita e ficou ainda, mas bonita quando o comandante do Intuição foi chamado ao pódio para receber seu troféu de penúltimo colocado, nossa que festa linda, ano passado perdemos o troféu por pouco mas esse ano não teve jeito ele é nosso. E acabei sendo entrevistado pela TV local, onde pude transmitir a emoção de poder participar de um evento náutico tão bacana como a REFENO.

                                               INTUIÇÃO Recebendo seu Troféu


                                                                       A Tripulação

Dia 29
Pela manhã participamos da reunião de comandantes da FENAT, que como no ano passado foi muito legal e rápida, depois aproveitamos o coquetel oferecido pela organização da regata e de lá seguimos para a praia da cacimba do padre onde aproveitamos para pegar bons jacarés. Almoçamos um formidável peixe na folha de bananeira e depois fomos para o barco para dar uma dormidinha. À noite fomos à padaria e compramos pão, presunto, queijo e manteiga e levamos para bordo para fazer um lanche antes de cair no sono.



                                        SEMPRE ATENTO COM A DEPRESSÃO PÓS EB

Dia 30
Logo pela manhã fomos aproveitar a praia do cachorro que nessa época do ano tem areia. O que não acontece nos meses de abril a julho que ela fica só nas pedras, uma ação perfeita da mãe natureza. Almoçamos no flayboant e aproveitamos para entrar na Internet e dar a ultima olha na previsão do tempo para nosso retorno ao continente.
                                               Joffre e ao fundo morro dois  irmãos




Dia 01
Logo cedo levantamos ancora e seguimos rumo a Natal

                                                     Por do Sol em Natal

Abraço a todos e 
Bons ventos
Comandante Chagas