SEJA BEM VIINDO A BORDO DO INTUIÇÃO

SEJA BEM VINDO À BORDO DO VELEIRO INTUIÇÃO!

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Natal - Cabedelo / Maceio - Salvador




Natal - Cabedelo /  Maceio - Salvador
2013


                                                                 Ainda em Noronha

        Depois de 5 dias aproveitando Natal chegou a hora de começar a descer para Salvador.
     Como todos sabem, ajudo os amigos a levarem seus barcos aos seus portos de origem e dessa fez tive que levar um carro para Brasília em regime de urgência.
     Tudo aconteceu muito rápido e na terça a tarde peguei um ônibus para Recife e de lá um avião para Aracaju, pois na sexta pela manhã já queira estar na estrada rumo a Brasília. 

                                                                   Eta Veleiro Lindo

      Com isso não pude fazer a perna até Maceió.
     Aproveitei que o Ronaldo estava a bordo e deixei ele encarregado de levar o Intuição até Maceió e eu me encontraria com eles por lá para descermos juntos até Salvador.

                                                                      Atento a segurança 

       Na quarta, eles saíram de Natal e eu comecei acompanhando pelo SPOT. O combinado, se o tempo tivesse bom, era que eles poderiam descer direto para Salvador, e se houvesse algum atraso eu poderia embarcar em Maceió.


                                                  Ronaldinho Gaúcho ( Veleiro Thimshel)


                                                                Ronaldinho atento no leme

        Na quinta-feira, no final do dia, eu estava parando para dormir depois de um dia dirigindo e recebi um telefonema do Ronaldo informando que no través de Cabedelo, o estai de proa do Intuição partiu bem em cima da porca do Norseman e só não se soltou totalmente, pois ficou preso ainda pela vela, pelo cabo que prende o enrolador no guarda mancebo e pela adriça da genoa (que no caso do enrolador alado depois de subir a genoa, o cabo é preso na base do enrolador). Detalhe é que todo o sistema foi trocado e refeito em 2011 para a REFENO, ou seja, quebrou com dois anos de uso (muito estranho). Perguntei logo se o mastro tinha quebrado e para minha alegria nada de mais aconteceu ao mastro.
      Com isso, eles entraram em Cabedelo e o Ronaldo providenciou refazer o estai.


                                                             Comandante tranquilo 

       A tripulação preocupada com um atraso maior, trocaram suas passagens e o Ronaldo ficou sozinho a bordo. Na sexta, conversei com o Ronaldo e ele me informou que tinha arrumado um tripulante e que estaria seguindo para Maceió para me esperar. A descida para Maceió, segundo o Ronaldo, foi muito tranquila, velejaram bem e fizeram o trecho em um ótimo tempo. 


                                                                   Través de Aracaju

         Combinei que chegaria em Aracaju na terça e que na quinta estaria em Maceió para a gente sair para Salvador. Na quinta pela manhã peguei um ônibus de Aracaju para Maceió e cheguei  às 11:00. Sai com o Ronaldo para almoçar e logo voltamos para o barco e às 14:30 soltamos a poita e seguimos rumo a Salvador com vento quase na cara e com muita chuva.
          Logo que deixamos Maceió vimos que a noite seria de chuva e tratei de colocar minha roupa de tempo.


                                                             Plataformas em Sergipe (muitas)
         O Ronaldo estava em sua hora de descanso, quando o vento deu uma parada e as velas começaram a bater. Rapidamente chamei  ele e enrolamos toda a genoa. O Ronaldo voltou a dormir em seguida entrou um baita pirajá com muito vento e uma chuva que não dava para ver nem a proa do barco. Esse pirajá durou em torno de 20 minutos com muito vento e chuva.  
         Depois o tempo deu uma boa melhorada e o vento rondou para E (Leste) melhorando nossa velejada, que foi tranquila durante o restante da noite.


                                                       No quarto de hora ao amanhecer

        Pela manhã de sexta o vento ficou bem fraco e ligamos o motor por umas 3 horas. No final da manhã o vento melhorou bastante e velejamos bem a 6/7 nós rumo a Salvador.
      No final do dia de sexta estávamos no través de Aracaju velejando bem. A noite de sexta foi melhor, com céu limpo, com muitas estrelas e uma lua que clareava nosso rumo. 
         O GPS do barco já marcava a nossa chegada para às 19:00 de sábado.
                                                                      

                                                                  Amanhecer de Sábado

          No sábado pela manhã o ventou voltou a ficar fraco e de novo ligamos o motor até o fim da manhã. Logo depois o vento melhorou e demos uma boa velejada até o final da tarde. Já em Itapuã o vento parou de novo e ajudamos no motor.
            Ás 18:00 estávamos entrando na Baía de Todos os Santos e ainda aproveitamos para assistir a um lindo pôr de Sol. Muitas pessoas estavam por trás do farol de Itapuã justamente para assistirem ao fenômeno. Às 21:00 já estávamos no píer do Aratu onde tomamos um belo banho e depois de jantar fomos dormir.



                                                                         Com muito sono 
                               




                                                                          Nascer do sol 



                                                                  Nascer do sol 





                                   Para quem vai para o Mar ele proporciona essa maravilha

          Agradecemos a Deus por mais um retorno seguro ao Aratu depois dessa jornada de mais de 1500 milhas navegadas pela costa do Nordeste (onde pela 4ª vez consecutiva participamos da REFENO da FENAT). Se Deus permitir ano que vem tem mais.



Muito bonito o nascer do sol por aqui



          Obrigado ao amigos Odilon, Léo, Lauriston, Wilson, Pedro Berlanga e Ronaldinho Gaúcho pelo companheirismo durante todo esse tempo que navegamos juntos.

Abraço a todos 
Chagas - Veleiro Intuição

segunda-feira, 4 de novembro de 2013





         
                     Intuição Fundeado em Noronha 2013
   
          Agora vocês podem acompanhar o blog por Email. É só colocar seu Email na barra lateral do blog - na parte onde tem escrito: Acompanhe o Veleiro Intuição por Email - que irá receber notificações de novos posts.

Abraço a todos,
Chagas - Veleiro Intuição 

domingo, 3 de novembro de 2013

FENAT 2013 (NORONHA - NATAL)






FENAT 2013 
(NORONHA - NATAL)


Intuição em Noronha (ao fundo morro do pico)



        No sábado pela manhã acordamos cedo e depois de um delicioso café da manhã começamos a finalizar os últimos detalhes da nossa saída de Noronha para Natal. 
           A largada estava prevista para às 09:00 e às 08:30 colocamos a vela mestra para cima no primeiro rizo, ainda no ferro, e depois providenciamos recolher nossa âncora que como previsto saiu bem fácil.


                                                          água cristalina de Noronha

           Decidi sair no primeiro rizo, pois se o vento na área de fundeio já não estava de bom humor, imagina lá fora depois da Ponta da Sapata.





        Assim que foi dada a largada, abri a genoa e entrou uma rajada de vento fortíssima fazendo o Intuição atravessar mesmo no primeiro rizo e acabei dando um 360 graus e seguindo rumo novamente. 




                                                                  Minha Tripulação

       O vento estava bem fresco e o mar bastante desencontrado, o que deixava a velejada bastante desconfortável. Depois de nos afastar da Ilha o vento ficou mais constante e sem rajadas, e eu pensando em colocar o Intuição no segundo rizo, pois o vento continuava bem forte.


                                                                          Odilon



         Quase todos os monocascos estavam rizados e poucos eram aqueles com tudo em cima, o que deve ter proporcionado a estes uma velejada bem dura.


                                                                          O Comandante

          Mesmo no primeiro rizo o Intuição andava bem, mas o mar não ajudava e a velejada era bem sofrida. Tratei de dar uma regulada no meu piloto para que pela noite pudéssemos ter uma velejada mais tranquila.


                                                           chegando a hora do pôr do sol

        Fiquei muito surpreso com o funcionamento do meu piloto, mesmo com o vento forte e o mar bem mexido ele segurou muito bem o Intuição no rumo.


                                  1º Rizo e genoa quase toda enrolada: Velocidade 6 nós 


                                                            No Pier (Iate Clube do Natal)




                                                            Festa da premiação em Natal




        O dia inteiro foi de vento forte, e antes de escurecer eu devia ter colocado o segundo rizo, o que daria muito mais estabilidade na navegada. A noite toda o vento e o mar continuaram como de dia e o Intuição navegava bem a 6 nós. O vento chegou nas rajadas a 33 nós.






         Pela manhã já tínhamos a chegada prevista no GPS para ás 19:00 e foi exatamente nesse horário que cruzamos a linha de chegada dentro do rio Potengi, bem em frente ao Iate Clube do Natal.

                                       Ganhando mais um troféu


      Logo depois da nossa chegada, uma lancha do clube se aproximou e nos conduziu ao píer flutuante do clube onde ficamos até a data da saída para salvador.

                                         Simplesmente eu


Abraço a todos
Chagas Veleiro Intuição