SEJA BEM VIINDO A BORDO DO INTUIÇÃO

SEJA BEM VINDO À BORDO DO VELEIRO INTUIÇÃO!

sábado, 16 de junho de 2012

VELEJANDO DE ILHA BELA PARA O BRACUHY


VELEJANDO DE ILHA BELA
 PARA O BRACUHY


         No dia 06 de junho depois da chegada do Ivan no aeroporto de Guarulhos, por volta das 17:00, o Rogério  comandante do veleiro Spiro Gyra, nos pegou e seguimos de carro para ilha bela de onde sairíamos rumo a angra.
       Chegamos em Ilha bela às 22:00 e apesar do feriado a estrada estava tranqüila, acho que devido a chuva que chegou a SP junto com a frente fria.
Ao chegar em Ilha Bela, fomos até o chalé do Rogério para pegar uns itens que faltavam e logo já estamos na beira da praia embarcando tudo no barco.
Paulo e Ivan


Não conhecia Ilha Bela e fiquei curioso com um 345 encostado a poucos metros da areia da praia o que significava que logo que se entra no mar deve ter uma rápida descida do fundo.
        Depois tratei de colocar a rota que já tinha traçado no GPS do barco e em seguida ligamos o motor e saímos devagar pelo canal por volta das 00:30 e aproveitamos para levantar a vela mestra. Como tava previsto para o dia seguinte um vento de 25 nós, resolvemos colocar a mestra no 2º rizo e manobrar com a genoa no enrolador. Ao amanhecer já estamos longe de ilha Bela e o GPs marcava para as 13:00 a passagem pela ponta da Joatinga.
       Logo que contornamos a Ponta da Joatinga o vento começou a aumentar e nas rajada chegou a 27 nós de vento. Como já estávamos com a vela mestra rizada não tivemos muitos problemas, demos uma enroladinha na genoa e fomos em frente. O Spiro Gyra velejava a 8 nós rumo a Bracuhy.

                                      Rogério Comandante do Spiro Gyra

    Mas tarde o vento melhorou e seguimos sem problemas até o Bracuhy onde participamos do X encontro da ABVC.
No domingo logo cedo, soltamos as amarras da Marina Bracuhy e seguimos rumo a Ilha Bela, fazendo a rota inversa da volta. Depois que passamos por Paquetá o Rogério notou que o reservatório de água doce estava vazando muito e para nossa surpresa o reservatório agora estava com água salgada. Depois de algum tempo tentando resolver e entender o que tava acontecendo, o comandante resolveu abortar o retorno e seguir rumo a Paraty para ver o que estava acontecendo. Liguei para um mecânico amigo em Niterói e ele me deu algumas dicas do que poderia estar acontecendo com o motor control e quando chegamos em Paraty o Rogério desmontou o sistema de refrigeração do motor e remontou de novo, resolvendo o problema da mistura da água doce e da água salgada que pode acontecer se os mangotes estiverem mal colocados ou mal apertados. Depois da faina partimos para um belo Churrasco a bordo que já tinha sido testado no trajeto até Paraty e por volta das 22:00 já estávamos dormindo. O comandante Rogério é expert em Churrasco a bordo.


Voltando do  Bracuhy para Parati

        No dia seguinte devido a compromissos de viagem, seguimos de carro para São Paulo e de lá para o aeroporto onde eu, Paulo e Ivan tínhamos vôos para retornar para casa. Na segunda o marinheiro do Rogério e seus dois tripulantes, pegaram aquele ventão quando estavam saindo de Paraty. Tiveram que aguardar para poderem seguir viagem
Foi um privilegio participar dessa velejada com o Rogério, comandante do Spiro Gyra, Paulo e Ivan.



Obrigado a todos.

Abraço e Bons ventos
Comandante Chagas

2 comentários:

  1. Cmdt. Chagas, parabéns por mais uma impecável travessia!

    ResponderExcluir
  2. Grande companheiro de travessias,sua experiencia e sensatez nos da muita segurença nas velejadas, espero podem compartilhar mais de sua companhia em outras aventuras.
    abraços
    Rogerio

    ResponderExcluir